BLOCO I – EXPLORAÇÃO E PRODUÇÃO

EXPLORAÇÃO

A queda nos preços do petróleo levou muitas empresas a reduzirem seus investimentos em exploração, esperando por “melhores dias”. No entanto, a recente recuperação do Brent e do WTI e a percepção de demanda crescente por hidrocarbonetos têm trazido um ímpeto renovado na busca por novas jazidas. No contexto brasileiro os recentes bids da ANP motivam estudos em novas fronteiras exploratórias e mesmo em recursos não convencionais; também a “reexploração” em áreas maduras pode viabilizar novos projetos. O tema de Exploração do bloco de E&P, portanto, convida com interesse propostas de sinopses nos seguintes assuntos:


RESERVATÓRIOS

E bastante largo o espectro de áreas técnicas de interesse na disciplina de Reservatórios. Neste momento em que se encontra a indústria pode-se destacar o gerenciamento de grandes campos em LDAs ultra profundas, busca por melhoria de fator de recuperação e incorporação de reservas em áreas maduras, desenvolvimento de jazidas complexas tais como os de shale gas / oil, interface da gestão de reservatório com tecnologias de monitoramento de poços, de sísmica permanente, entre outras. A Rio Oil & Gas de 2018 será um campo fértil para discussões nestes temas e outros, elencados abaixo:

COMITÊ TÉCNICO

Bloco I – Exploração e Produção

Nome
Cristiano Pinto da Costa (chair)
Adalberto Rosa
Adolfo Polillo
Alberto Ferrin
Alexandre Mattos da Cruz Filgueiras
Antônio Carlos Lage
Celso Branco
Cristiano Sombra
José Adriano Ferreira
Lideniro Alegre
Luciane de Oliveira
Miguel Maia
Olinto Gomes de Souza Jr.
Osvaldo Pedrosa
Paulo Sergio Rodrigues Alonso
Pedro Alem Filho
Rodolfo Licastro
Sidnei Rostirolla
Empresa
Shell
Petrobras
Petrobras
ExxonMobil
Repsol Sinopec
Petrobras
Petrobras
Petrobras
Petrogal
OPLA Consulting and Advisory
Shell
Petrogal Brasil
Petrobras
Consultor
Astrotec
IBP
Petrobras
ExxonMobil

Temário
Confira os temas dessa edição.