UPSTREAM | Rio Oil and Gas 2020

UPSTREAM

EXPLORAÇÃO

A recente recuperação do Brent e do WTI e a percepção de demanda crescente por hidrocarbonetos têm trazido um ímpeto renovado na busca por novas jazidas. No contexto brasileiro a nova lei do gás e os bids da ANP motivam estudos em novas fronteiras exploratórias e mesmo em recursos não convencionais; também a “reexploração” em áreas maduras pode viabilizar novos projetos. O tema de Exploração do bloco upstream, portanto, convida com interesse propostas de sinopses nos seguintes assuntos:


RESERVATÓRIOS

Os reservatórios brasileiros em campos em produção já recuperaram volumes acumulados de mais de 20 bilhões de boe e ainda apresentam importantes desafios para a aumentar as produções de O&G. O gerenciamento desses campos, a busca por aumentar fatores de recuperação e a incorporação de novas reservas continua sendo um grande desafio. Projetos de revitalização de ativos, atuação em novas fronteira de reservatórios, tecnologias avançadas de recuperação, tecnologias digitais e disruptivas serão incentivadas nas discussões na Rio Oil & Gas de 2022 sendo um campo fértil para discussões nestes temas e outros, conforme descritos abaixo:


GERENCIAMENTO DE PROJETOS E MODELOS ECONÔMICOS

Os investimentos no segmento Upstream continuam expressivos e o ambiente de capital limitado implica em desafios para a obtenção de melhores rentabilidades dos projetos, além da necessidade de projetos com menores emissões de gases do efeito estufa. A apropriada gestão de projetos apresenta um papel crucial na realização de oportunidades, seja no desenvolvimento de conceitos competitivos na etapa de planejamento, seja na diligente execução com um gerenciamento especializado efetivo e eficaz. Temas de interesse sugeridos para o evento da Rio Oil & Gas 2022 são:


POÇOS

Os reservatórios do pré-sal na costa brasileira propiciaram importantes avanços na tecnologia de construção de poços em ambiente de LDA ultra profunda, espessa camada de sal e em jazidas que por vezes levam a condições difíceis de controle de poço. É uma área em que constantes desenvolvimentos podem trazer ganhos expressivos, seja na fase de perfuração como na de completação (poços inteligentes) e de estimulação. Mas não é apenas no pré-sal que demanda contínuo avanço: a viabilização de projetos de aumento de recuperação em campos maduros e de óleo pesado depende da redução de custos e de aplicação de novas tecnologias. A Rio Oil & Gas quer ajudar a promover esta discussão com artigos nos temas de:


SISTEMAS DE PRODUÇÃO

A introdução de tecnologias digitais no tratamento da imensa massa de dados adquiridas em sistemas de monitoramento em tempo real de poços e plantas de processo traz uma nova perspectiva para o projeto e operação de sistemas de produção. Adicionalmente, a busca pela produção econômica de hidrocarbonetos em cenários cada vez mais desafiadores e a necessidade de constante redução de custos e por atendimento a elevados graus de conformidade com requisitos de SMS (HSE), especialmente com relação às emissões, são necessidades da indústria atual para garantir e aumentar a rentabilidade dos projetos de desenvolvimento da produção. Neste contexto desafiador e ávido por soluções inovadoras, buscam-se bons artigos nos temas citados a seguir:

COMITÊ TÉCNICO

Upstream

Nome
Luiz Otavio Schmall (coordenador)
Adalberto Rosa
Aline Assumpção
Andrea Achoa
Antônio Capeleiro
Antônio Lage
Bruno Eustáquio Moreira Lima
Carlos Alberto Pedroso
Carlos Bruhn
Carolina Marquet
Daniela PETTI
Eduarda Pina
Eliany Teran
Erlend Kolve
Fernanda Guilardi da Silva
Frances Abbots
Gisele Mangifeste
Ian Troth
Isabel Waclawek
Ivan Cruz
Leonardo Carneiro
Luciane de Oliveira
Lucio Prevatti
Marcello Augustus Ramos Roberto
Mauro Nunes
Olinto Gomes de Souza Junior
Osmond Coelho Jr.
Paulo Roberto Johann Schroeder
Pedro Alem
Rafael Camel Albagli
Sidney Cororatte, PMP
Victor de Souza Rios
Empresa
Petrobras
Petrobras
TotalEnergies
Equinor
PPSA
Independente
Petrobras
Enauta
Independente
TotalEnergies
TotalEnergies
TotalEnergies
Equinor
ExxonMobil Brasil
Petrobras
Shell
TotalEnergies
Equinor
TotalEnergies
Subsea7
Shell
Shell
Shell
Petrobras
Halliburton
Petrobras
PPSA
Petrobras
IBP
Petrobras
Baker Hughes
Petrobras

Temário
Confira os temas dessa edição.