“Este é um momento para o mercado se reinventar”, defende product manager de O&G da ProMinent | Rio Oil and Gas 2020

“Este é um momento para o mercado se reinventar”, defende product manager de O&G da ProMinent

31/08/2020

Em um momento de crise e de redução de circulação de pessoas, fica clara a importância da automação e da melhoria de processos. É nisso que acredita Eunice Uehara, da ProMinent, empresa alemã fabricante e fornecedora de bombas dosadoras e tecnologia de dosagem, bem como fornecedora de soluções para o tratamento de água.

Confira a entrevista com a product manager de óleo e gás da companhia, que é uma das expositoras da Rio Oil & Gas, sobre as adaptações posteriores à pandemia de Covid-19 e à crise de oferta e demanda que vieram para ficar, bem como a importância da conferência para o segmento de serviços.

 1- Quais mudanças vocês enxergam no mercado de serviços da indústria de O&G no momento posterior à crise de oferta e demanda e à pandemia de Covid-19, especialmente na parte de processos industriais e tratamento de águas? Quais adaptações vocês acham que vieram para ficar?

EU: Neste momento de crise, todos devem se adaptar, inclusive a indústria de O&G. Sendo assim, devemos pensar “fora da caixa” e observar que toda crise gera uma certa “oportunidade”. Com a necessidade de redução de circulação de pessoas nos ambientes industriais, fica clara a importância da melhoria dos processos e automação. Assim, temos menores intervenções operacionais em campo. Portanto, as empresas precisam se adaptar às mudanças se aliando às novas tecnologias. Podemos citar, como exemplo, o controle remoto das Estações de Tratamento de Água. Por meio de um único equipamento, é possível monitorar a medição e controle de produtos químicos, ganhando tempo, agilidade, análises assertivas e o melhor custo-benefício, evitando a aglomeração de pessoas em um único ambiente, tendo acesso aos dados de onde estiverem. Uma outra oportunidade é a desinfecção de áreas e superfícies, pois sabemos que algumas indústrias possuem ambientes com um considerável nível de circulação de pessoas, mesmo com a pandemia, e, neste caso, existem equipamentos sofisticados que podem auxiliar nesta desinfecção. Para essas duas situações mencionadas, a ProMinent poderá contribuir, oferecendo uma linha de produtos específica, pensando na produtividade e lucratividade da indústria, mas sem afetar a saúde de seus colaboradores neste momento tão delicado que estamos vivendo.

2-Como expor na Rio Oil & Gas agregou ao negócio da ProMinent ao longo do tempo?

EU: A Rio Oil & Gas é um evento de grande importância no segmento e participar dela faz com que a ProMinent obtenha visibilidade para o mercado brasileiro de um modo geral, além de reforçar a lembrança de nossa marca. Podemos adicionar que a feira tem uma abrangência internacional, o que gera oportunidade de negócios em outros países, pois nela estão inseridos grandes players, além de nossos concorrentes, principais clientes e fornecedores, criando relacionamento, networking e novos negócios.

3-O que Rio Oil & Gas representaria para o segmento de serviços em um momento como o atual?

EU: A oportunidade de trazer soluções em equipamentos em um momento tão difícil para as indústrias, sendo um dos segmentos mais afetados com a pandemia. Ajudando a indústria a se adaptar sem prejudicar sua lucratividade e melhorando sua produtividade.

4-Quais são os planos da empresa para o mercado brasileiro?

EU: Este é um momento para o mercado se reinventar, inovar e não ficar parado esperando algo acontecer. Entendemos que, inevitavelmente, temos redução de investimentos no mercado brasileiro. Por isso, a ProMinent se ajustou para continuar suas operações de forma segura, pensando na segurança de seus colaboradores e clientes. Continuamos atendendo nossos clientes normalmente, porém seguindo o protocolo de recomendações da OMS, com parte de nossos colaboradores trabalhando em home office, além de toda segurança para quem está trabalhando em nossas dependências, utilizando máscaras, álcool gel, distanciamento seguro, além de outros procedimentos. Acreditamos que esta fase será passageira e continuamos com nosso trabalho acreditando que o Brasil e a economia mundial irão se estabelecer. Por isso, nossos investimentos serão reajustados.

Compartilhe