Transporte de Gás natural: os desafios da regulação e o potencial de comercialização | Rio Oil and Gas 2020

Transporte de Gás natural: os desafios da regulação e o potencial de comercialização

02/12/2020

Ainda são muitos os desafios para que o Brasil tenha um sistema de produção e escoamento de gás adequados ao potencial que tem o país. Essa foi a mensagem principal dos representantes do mercado de gás no painel “Transporte Dutoviário de Gás”. Participaram do evento dois representantes de comercializadoras – o CEO da TBG, Erick Portela Pettendorfen, e Wong Loon, CEO da NTS – e de uma das IOCs com maior potencial para desenvolvimento de projetos nesse segmento, a Equinor. Claudia Brun, conselheira de Novas Cadeias de Negócios da empresa no Brasil, afirmou que a criação da Nova Lei do Gás não consegue trazer maior competição ao mercado de maneira isolada. “É necessária a elaboração de um cronograma claro, com antecedência, além de condições de acesso e contratação conhecidas previamente, de modo a reduzir incertezas”, diz ela. Na opinião da diretora da ANP na área de gás, Symone Araújo, no entanto, é importante não se esquecer dos avanços que o Brasil já alcançou nessa direção da regulação do mercado. Ela falou sobre o que já vem sendo feito, além da agenda de próximos passos da ANP nesse sentido da regulação da comercialização, e ressaltou que tão importante quanto viabilizar negócios na área de gás a curto prazo e discutir sobre a previsibilidade do mercado é haver uma discussão sobre onde o país quer chegar nesse segmento.

Compartilhe